3 Coisas sobre Seguro Residencial que você provavelmente não imagina

 

Aproveitando a grande base de clientes da corretora, fizemos uma pesquisa entre aqueles tinham seguros de outros ramos (automóvel, vida, saúde, empresarial, etc.,), mas que não tinham o seguro de residência contratado conosco e chegamos a alguns números interessantes:

 

Seguro Residencial para Imóvel de Madeira

Pouco mais de 63% das pessoas não sabiam que é possível contratar seguro para casa de madeira. O que acontece é que no restante do país, realmente as seguradoras acabam não aceitando por entenderem que são casas mais sujeitas a incêndio. Mas, no sul do Brasil, por ser uma questão cultural e por termos casas de madeira muito bem cuidadas, é possível, sim, fazer seguro para imóvel de madeira ou misto.

 

Valor de investimento

Também perguntamos sobre quanto as pessoas imaginam que custa um seguro residencial para um imóvel de R$ 300.000,00 em Blumenau. 38% acham que seria mais caro que o seguro de automóvel. E, na verdade, costuma ficar abaixo de R$ 500,00 por ano. Repare, portanto, que um valor bem mais acessível protege um patrimônio muito maior.

 

Serviços inclusos no Seguro

42,1% dos clientes não sabiam que o seguro residencial pode incluir serviços como chaveiro, eletricista, encanador, vidraceiro, limpeza de calha, limpeza de caixa d’água, conserto de eletrodomésticos, entre outros que podem ser acionados sem custo adicional durante a vigência do seguro.

 

Ou seja, além de proteger o seu lar para as situações em que você viaja e o imóvel fica mais sujeito a furtos ou roubos, e pela proteção já conhecida contra vendavais, incêndios, danos elétricos, etc., o seguro residencial pode até mesmo contribuir para a prevenção de doenças como dengue, por conta de serviços como a limpeza de caixa d’água.

 

Além disso, os demais serviços inclusos, muitos sem custo adicional, acabam contribuindo para você economizar.

 

Solicite cotação: 47 3222 0284 ou sorella@sorellaseguros.com.br

Alerta sobre Seguro Empresarial: Conheça a Cláusula de Rateio

Na tentativa de reduzir custos com seguros, muita gente costuma contratar coberturas com valores mais baixos que o ideal. Um exemplo típico: no seguro auto, coberturas contra terceiros que podem não servir para repor nem o para-choque de determinados modelos de veículos.

E o fato de os brasileiros normalmente contratarem coberturas insuficientes acaba levando a um problema maior no caso dos seguros compreensivos empresariais/patrimoniais. Neste caso, o problema vai além da possibilidade de não receber o suficiente: Pode-se não receber nem mesmo o valor da cobertura contratada, devido à chamada “cláusula de rateio”.

Quando existe a cláusula de rateio, o segurado assume uma proporção da indenização do seguro quando o valor em risco declarado for inferior ao valor em risco apurado no momento do sinistro.

Portanto, com Risco Relativo, em que o bem segurado pode não ter dano total, aplica-se o rateio (diferentemente de quando a contratação é com Risco Absoluto, em que a seguradora assume o total do prejuízo, limitado apenas ao limite da garantia e deduzindo as possíveis franquias).

Como o Risco Relativo é comum no seguro compreensivo (já que o bem segurado pode não ter dano total), convém conferir um exemplo de rateio:

Imaginemos que o segurado tenha informado que a Importância Segurada (IS) é de R$ 100.000,00. Ocorrido o sinistro, o perito (regulador de sinistro) apurou o Valor em Risco (VR) e esse valor era de R$ 200.000,00. E o prejuízo foi igual a R$ 40.000,00.

Como há insuficiência, ou seja, IS < VR será aplicada a cláusula de rateio e o valor da indenização será conforme fórmula abaixo:

Indenização = (IS/VR) × Prejuízos

Ou seja:

Indenização = (100.000,00 / 200.000,00) x 40.000,00
Indenização = R$ 20.000,00

Neste exemplo, reparamos que, mesmo com cobertura acima do valor do prejuízo, ainda acaba-se por não receber o suficiente para repor este prejuízo.

Nos casos em que há franquia e rateio, simultaneamente, primeiro aplica-se a franquia e, depois, as regras do rateio.

Assim, no momento da contratação e da renovação do seguro empresarial, deve-se atualizar o valor da cobertura, tanto pelo CUB (Custo Unitário Básico de construção) quanto por possíveis investimentos na estrutura. Assim você garante que não vai precisar arcar com parte do prejuízo mesmo tendo seguro.

A conta acima, envolvendo cláusula de rateio, não acontece no seguro residencial. No residencial recebe-se o valor contratado (limitado ao CUB). Mas claro que, mesmo não havendo rateio, você deve também conferir se o valor declarado é o suficiente para repor possíveis prejuízos. Ex.: Seu imóvel vale R$ 300 mil e, num incêndio, você perdeu tudo. E você contratou seguro para garantir R$ 200 mil. Neste caso, você recebe os R$ 200 mil sem rateio, mas acaba não sendo o total da sua perda.

Achou complicado? A Sorella está aqui para lhe ajudar com a parte “chata” da análise, para que você possa focar nos seus negócios enquanto garantimos sua tranquilidade.

Fale conosco: 47 3222 0284 ou sorella@sorellaseguros.com.br.

Sorella é notícia na Taba Magazine com dicas sobre Seguros

Clique aqui para acessar a entrevista com Dalva Beduschi, Diretora da Sorella Consultoria e Corretora de Seguros.

A reportagem apresenta informações sobre o mercado segurador, e sobre as soluções: Seguro de Vida, Seguro Saúde, Seguro Residencial, Seguro Auto, Previdência Privada, entre outros.

Errata:

Na matéria, onde consta a informação de que apenas 7% dos motoristas não têm seguro auto, a informação correta seria: 70% dos motoristas não tem seguro auto (apesar de este ser o seguro mais comercializado).

 

Para mais informações ou cotação de seguro, entre em contato:

47 3222 0284

sorella@sorellaseguros.com.br

Entrevista: Seguro Residencial evita prejuízos e indeniza em caso de furto ou roubo

O jornal O Blumenauense publicou a matéria abaixo, como resultado da entrevista com Lourdes Valle, Diretora da Sorella Consultoria e Corretora de Seguros. Confira:


Seguro Residencial evita prejuízos e garante indenização em caso de furto ou roubo

As estatísticas de violência no Brasil e os constantes assaltos deixam muitos moradores com medo de perderem seus bens. O aumento de crimes causa um sentimento de insegurança inclusive quando estamos fora de casa, que pode ser um alvo dos bandidos. Uma das formas de garantir a proteção ao seu lar e aos bens é o seguro residencial, serviço que pode evitar imprevistos e prejuízos causados por roubo e furto qualificado. Para quem ainda está em dúvida sobre o seguro, a especialista Lourdes Valle, da Sorella Consultoria e Corretora de Seguros, explica como o serviço traz tranquilidade às famílias.

De acordo com Lourdes, o seguro residencial também pode ser contratado por quem mora em apartamento, seja próprio ou alugado. “É uma garantia de indenização não só em casos de desastres naturais, mas também em casos de roubo ou furto qualificado. Então, é um serviço necessário mesmo já existindo o seguro condomínio”, explica. Quem contrata, tem à disposição uma opção que assegura somente os bens do morador, que oferece total proteção aos móveis e eletroeletrônicos do contratante.

Hoje, menos de 15% dos brasileiros possuem seguro para suas residências, de acordo com dados da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg). A cada ano esse número vem aumentando, mas ainda é um percentual considerado baixo, pois muitas pessoas têm dúvidas sobre como funciona. Quem contrata o seguro residencial tem uma garantia acessível para proteger um patrimônio muito valioso: a nossa casa. Segundo Lourdes, o seguro residencial permite incluir diversos serviços básicos de assistência à residência, como chaveiro, eletricista e encanador, além de outros mais específicos: limpeza da caixa d’água e de ar condicionado, descarte ecológico e conserto de eletrodomésticos.

Uma das ocasiões em que há uma crescente na procura por este tipo de serviço é durante o período de férias. De acordo com a especialista, as famílias buscam uma alternativa para garantir proteção à residência, deixando de lado as preocupações quando estão em viagem. “A casa ou apartamento ficam expostos e é importante ter uma cobertura contra furto. Há uma procura maior no período de férias, mas a residência será protegida o ano todo”, garante.

Quem pode contratar: Na região Sul, mesmo as casas de madeira podem contar com a proteção do seguro, além das mistas e dos apartamentos.

Quando acionar: Além da indenização em casos de roubo ou furto, o seguro residencial cobre os danos como incêndio, queda de raio, explosão, danos elétricos, desmoronamento, vendaval e quebra de vidros. Roubos e furtos de bicicleta dentro e fora de casa, bastante comum em pequenas e grandes cidades, também podem ser inclusas no seguro.


Para cotações, entre em contato: sorella@sorellaseguros.com.br ou 47 3222 0284.

Responsabilidade Civil: Um seguro que já é presente na sua vida e talvez você não saiba

Antes de falarmos sobre o Seguro, vamos entender o conceito isolado de Responsabilidade Civil:

Trata-se da obrigatoriedade em repararmos os danos que causamos a terceiros.

Como toda atividade humana pode causar aos outros uma forma ou outra de prejuízo, o Seguro de Responsabilidade Civil prevê justamente que, quando um ato involuntário causar danos corporais ou materiais, exista uma garantia de reembolso.

Alguns seguros incluem a cobertura de Responsabilidade Civil e, ao mesmo tempo, trata-se de um seguro que também pode ser contratado de forma isolada. Veja abaixo:

 

Cobertura de Responsabilidade Civil inclusa em outros seguros:

Quando nos envolvemos em um acidente de automóvel, por exemplo, a indenização que é paga pela cobertura de danos causados a terceiros pelo Seguro Auto nada mais é que uma forma de Responsabilidade Civil.

Também no Seguro Residencial pode-se incluir a cobertura Responsabilidade Civil Familiar. Graças a esta cobertura, pode-se ter garantia para situações como estas: nosso cão morde o vizinho, ou nosso filho quebra um vaso em uma visita ao shopping, entre outras situações.

Já o Seguro Compreensivo Empresarial (seguro patrimonial de empresas), pode ter a cobertura Responsabilidade Civil Empregador, que pode servir para uma situação como esta: Mesmo já tendo recebido a indenização de invalidez do Seguro de Vida, por exemplo, nada impede que um colaborador venha a processar a empresa. Assim, esta cobertura protege o patrimônio do empregador, pois garante o ressarcimento, cobrindo também honorários advocatícios, sendo especialmente interessante para empresas em que os colaboradores tem riscos de acidentes.

 

Seguros específicos de Responsabilidade Civil:

  • Seguro D&O (Directors and Officers Liability Insurance), ou Seguro de Responsabilidade Civil dos Diretores e Administradores:
    Proteção para o patrimônio pessoal de Administradores e Diretores para situações em que, enquanto tomadores de decisão, estão sujeitos à legislação brasileira no que diz respeito à possibilidade da responsabilização pessoal (individual, solidária e subsidiária) dos administradores, conforme códigos Tributário, do Consumidor, Penal, entre outros.
    Curiosamente, este seguro pode ser retroativo. Ou seja: pode ter cobertura para reclamações de fatos geradores anteriores à contratação, com a condição de que o processo ainda não esteja em andamento.

 

  • Responsabilidade Civil Profissional:
    Quando os profissionais (Ex.: Contadores, Advogados, Médicos, etc.) geram algum erro que cause prejuízos, o seguro já pode ser acionado mesmo para a tentativa de acordo. Normalmente abreviado para RC Profissional.

 

  • Responsabilidade Civil de Produto:
    Imagine que você é um fabricante de roupas, e um comprador do seu produto alega ter ficado com uma determinada alergia após o contato com a peça e resolva processar sua indústria. O seguro RC Produto vai reembolsar sua empresa quanto à valores devidos.

E existem outros seguros específicos ou coberturas de Responsabilidade Civil que podem ser inclusas nos seguros de outros ramos. Com as pessoas cada vez mais cientes dos seus direitos, o seguro de Responsabilidade Civil torna-se uma alternativa super acessível para evitar maiores dores de cabeça.

Para dúvidas ou cotações, entre em contato com a Sorella: 47 3222 0284 ou sorella@sorellaseguros.com.br.

O seguro para bicicleta está caro? Veja a solução com seguro residencial:

O seguro de bike (também oferecido aqui na Sorella) costuma demandar investimento a partir de R$ 250,00. Acaba compensando, então, para bicicletas nas quais você já investiu um valor mais significativo, principalmente quando se compara com o seguro Residencial.

Nossa sugestão, então, para garantir a “magrela”:

O seguro Residencial é, proporcionalmente, bem mais acessível (dependendo de fatores como localização, valor do imóvel, etc., pode custar o mesmo ou pouco mais que o seguro de uma bike), e você pode incluir cobertura que garante subtração de bicicleta tanto na residência quanto fora dela.

Veja que, com o Seguro Residencial, você garante a bike e ainda conta com estas vantagens:

  • Proteção para um patrimônio que vale muito mais, que é a sua casa ou apartamento;
  • Garantia de indenização não só no caso de subtração da bike, mas também dos eletro-eletrônicos e outros bens;
  • Serviços de assistência à residência já inclusos no seguro, como: eletricista, encanador, conserto de eletrodomésticos, limpeza de caixa d’água, entre outros;
  • E, no caso específico da bicicleta, você também tem garantia (quando contratada) contra danos causados quando ela estiver sendo transportada.

 

Peça cotação ou tirar dúvidas, entre em contato:
47 3222 0284
contato@sorellaseguros.com.br

Sorella na TV: O que o seguro cobre nas catástrofes naturais e como proceder?

A preocupação em orientar a população sobre como se proteger e agir quando acontecem estragos causados pela chuva e pelos ventos motivaram as entrevistas a seguir com as especialistas em seguros e Diretoras da Sorella, Liliana Valle e Lourdes Valle.

Clique nos links a seguir para ver os vídeos:

Lourdes Valle na RBS TV Rede Globo

 

Liliana Valle – Jornal do Almoço – RBS TV – Rede Globo

 

Lourdes Valle em entrevista na Record

 

Lourdes Valle – Jornal do Meio-Dia – RIC Record

 

 

Como comentado nos vídeos acima, a sua tranquilidade começa com a contratação correta dos seguros, com a ajuda de um corretor que faça um atendimento consultivo, como fazemos aqui na Sorella.

Para proteção do seu patrimônio, seja empresa, residência ou automóvel, bem como para cotação de qualquer ramo de seguro, fale conosco:

47 3222 0284 ou sorella@sorellaseguros.com.br.

Sorella na mídia: Seguro residencial vai além da proteção e ajuda na manutenção do imóvel

Outra oportunidade em que a Sorella contribuiu com dicas para que as pessoas possam proteger suas conquistas foi na entrevista à Rádio CBN, em que as Diretoras da Sorella, Lourdes Valle e Dalva Beduschi, falaram sobre os benefícios e vantagens do seguro residencial:

Clique aqui para ouvir a entrevista

Abaixo, você pode conferir outras dicas sobre seguro residencial:

A segurança se tornou uma das maiores preocupações dos brasileiros nos últimos tempos. A violência cresce a cada dia e uma das alternativas encontradas para amenizar os prejuízos e se sentir mais protegido é com a contratação de seguros residenciais ou veiculares. E a diretora da Sorella Consultoria e Corretora de Seguros, Lourdes Valle, revela que com um seguro residencial, por exemplo, as precauções vão muito além de roubos ou desastres naturais. “Existem planos de assistência que auxiliam em questões que protegem também o patrimônio e dão manutenção à casa ou apartamento, com serviços de reparos elétricos, hidráulicos e telefônicos de emergência, conserto de eletrodomésticos, fechaduras, limpeza do filtro de ar-condicionado e da caixa d’água, que é ótimo considerando a necessidade de combater focos de dengue, e alguns desses serviços são ainda sem custo adicional”. A especialista dá algumas dicas e explica as possibilidades para se contratar um seguro e aproveitar estes benefícios:

A escolha de um plano

O cliente deve buscar um plano com as opções de serviço adicionais mais adequadas para o seu dia a dia. Neste caso, quanto mais opções, mais tranquilo o cliente ficará com relação à manutenção da residência. “Além de transferir a responsabilidade para a seguradora em caso de perdas, as opções facilitam a vida de quem tem um dia a dia corrido e não consegue absorver essas questões na rotina. E muitas vezes sai mais barato incluir esses serviços no seguro do que contratar individualmente.”, comenta.

Tipos de residências que devem contratar um seguro

As opções incluem residências de todos os tipos de construção, inclusive madeira, que é uma modalidade única do Sul do Brasil. Mesmo quando o condomínio tem seguro, é importante a contratação para o apartamento. “Além de proteger de roubos, por exemplo, um seguro em apartamento pode cobrir até mesmo um vazamento que afeta o espaço do vizinho. Só não dá para ficar desprotegido. Muitos pensam que o valor é alto, no entanto, ele geralmente é bem menor do que um seguro veicular”.

Cobertura e redução dos prejuízos

A contratação de uma cobertura básica abrange perdas e danos materiais diretamente causados por incêndio, queda de raios ou explosão de gás de uso doméstico dentro da área do terreno ou edifício. Quanto às coberturas adicionais, Lourdes explica que existem diversas possibilidades. “Desde os danos elétricos, desmoronamentos, equipamentos eletrônicos, impacto de veículos, perda/pagamento de aluguel, quebra de vidros, queda de aeronaves, responsabilidade civil familiar, roubo e furto qualificado de bens, acidentes com vendaval e granizo podem ser contratados”, finaliza.