Blog

Corretor de seguros X associação e cooperativa. Elimine riscos ao contratar seguros:

Está previsto em lei que a venda irregular de seguros é crime. Com frequência, vemos notícias informando que a SUSEP (Superintendência de Seguros Privados, órgão que regulamenta e fiscaliza o mercado segurador) intimou mais algumas associações e cooperativas investigadas.

 

Portanto, quem contrata proteção veicular em associações ou cooperativas está compactuando com algo ilegal.

 

Claro que o consumidor pode não ter a intenção de fazer algo tão equivocado. Entretanto, o desconhecimento pode levar alguém a se deixar enganar com valores de investimento mais acessíveis que só são possíveis devido a problemas aos quais o cliente está sujeito, já que, na verdade, ele não está contratando um seguro.

 

Veja abaixo a verdadeira proteção disponibilizada pelo corretor de seguros e compare com os riscos que você corre com o seguro pirata de associações e cooperativas:

 

Seguro com Corretor de Seguros e suas vantagens:

1 – Atuam regulamentados por leis federais, como o Código de Defesa do Consumidor;

2 – Tanto o corretor de seguros quanto a seguradora tem registro e autorização da SUSEP para a comercialização de soluções;

3 – As seguradoras têm todas as estatísticas e experiência em cálculos atuariais para determinar os custos corretos dos seguros;

4 – A venda do seguro é intermediada pelo corretor ou corretora de seguros, que são formados em curso que dá habilitação técnica para orientação aos clientes;

5 – Firma-se contrato em que a seguradora assume o risco;

6 – As seguradoras têm reservas financeiras para garantir pagamentos de indenizações e são auditadas;

7 – Sem limite na quantidade de sinistros por vigência, sem multas por uso excessivo e possibilidade de cancelamento a qualquer momento;

8 – Indenização em até 30 dias;

9 – Assistência para a residência;

10 – Precificação de acordo com o perfil e bônus de desconto dado ano a ano quando não há sinistro.

 

Proteção veicular (seguro pirata) de associações e cooperativas e seus riscos:

1 – São “regulamentados” em assembleia por estatuto particular;

2 – Atuam sem registro e sem autorização do órgão regulador;

3 – Trabalham sem experiência em gerenciamento e análise de riscos;

4 – A comercialização é intermediada por autônomos que não têm habilitação técnica;

5 – Fazem contrato particular de responsabilidade mútua no qual os próprios associados dividem o risco;

6 – O próprio risco pode ser maior do que o total das arrecadações, o que compromete a real capacidade de garantia das entidades;

7 – Limite na quantidade de sinistros por vigência, multa em caso de uso excessivo e cancelamento somente após 180 dias;

8 – Noventa dias para pagamento da perda total;

9 – Sem serviços de assistência à residência;

10 – Não há chance de pagar menos de acordo com o perfil e sem desconto por não ter sinistro no ano anterior.

 

É por tudo isso que uma famosa frase diz: Seguro, só com corretor de seguros.

 

Para cotação de seguros de todos os ramos com a Sorella, entre em contato clicando aqui. Se preferir, ligue para 47 3222 0284 ou escreva para sorella@sorellaseguros.com.br.

3 Dicas da palestra “Orçamento Doméstico Inteligente” são notícia na TV

Desenvolvemos uma ação social pensada para ajudar a solucionar o endividamento e a ausência de reservas financeiras:

A Sorella está levando às empresas uma palestra com dicas para os colaboradores sobre “Orçamento Doméstico Inteligente”.

Nos links a seguir você pode ver e rever as entrevistas em que 3 das dicas da palestra foram abordadas e que foram concedidas pelo Consultor de Seguros da Sorella, Eduardo Lara, especialista em proteção financeira:

eduardo lara sorella bom dia sc orçamento doméstico inteligente rede globo

 

Bom Dia SC, da RBS TV (afiliada Rede Globo), ao vivo para Santa Catarina

 

entrevista 8 em ponto record eduardo lara orçamento doméstico inteligente

 

Quadro “8 em Ponto”, ao vivo novamente para todo o estado de Santa Catarina, pela RIC TV Record

 

entrevista ver mais record Eduardo Lara Orçamento Doméstico Inteligente

 

Programa Ver Mais de Blumenau, da RIC TV Record, ao vivo para o Vale do Itajaí

 

Na palestra é fornecido um modelo de controle do Orçamento Doméstico Inteligente.

E para levar gratuitamente este treinamento para sua empresa, entre em contato:
sorella@sorellaseguros.com.br
(47) 3222 0284

São apenas 45 minutos recheados de dicas objetivas que contribuem para que os colaboradores cuidem melhor das suas finanças e, ao mesmo tempo, acabam fazendo bem para as empresas, já que os colaboradores tendem a adoecer menos, faltar menos, ter menos acidentes de trabalho, trabalhando mais concentrados e melhorando a produtividade dos empreendimentos.

Fale conosco para agendarmos a palestra para sua equipe.

Sorella na mídia: Seguro residencial vai além da proteção e ajuda na manutenção do imóvel

Outra oportunidade em que a Sorella contribuiu com dicas para que as pessoas possam proteger suas conquistas foi na entrevista à Rádio CBN, em que as Diretoras da Sorella, Lourdes Valle e Dalva Beduschi, falaram sobre os benefícios e vantagens do seguro residencial:

Clique aqui para ouvir a entrevista

Abaixo, você pode conferir outras dicas sobre seguro residencial:

A segurança se tornou uma das maiores preocupações dos brasileiros nos últimos tempos. A violência cresce a cada dia e uma das alternativas encontradas para amenizar os prejuízos e se sentir mais protegido é com a contratação de seguros residenciais ou veiculares. E a diretora da Sorella Consultoria e Corretora de Seguros, Lourdes Valle, revela que com um seguro residencial, por exemplo, as precauções vão muito além de roubos ou desastres naturais. “Existem planos de assistência que auxiliam em questões que protegem também o patrimônio e dão manutenção à casa ou apartamento, com serviços de reparos elétricos, hidráulicos e telefônicos de emergência, conserto de eletrodomésticos, fechaduras, limpeza do filtro de ar-condicionado e da caixa d’água, que é ótimo considerando a necessidade de combater focos de dengue, e alguns desses serviços são ainda sem custo adicional”. A especialista dá algumas dicas e explica as possibilidades para se contratar um seguro e aproveitar estes benefícios:

A escolha de um plano

O cliente deve buscar um plano com as opções de serviço adicionais mais adequadas para o seu dia a dia. Neste caso, quanto mais opções, mais tranquilo o cliente ficará com relação à manutenção da residência. “Além de transferir a responsabilidade para a seguradora em caso de perdas, as opções facilitam a vida de quem tem um dia a dia corrido e não consegue absorver essas questões na rotina. E muitas vezes sai mais barato incluir esses serviços no seguro do que contratar individualmente.”, comenta.

Tipos de residências que devem contratar um seguro

As opções incluem residências de todos os tipos de construção, inclusive madeira, que é uma modalidade única do Sul do Brasil. Mesmo quando o condomínio tem seguro, é importante a contratação para o apartamento. “Além de proteger de roubos, por exemplo, um seguro em apartamento pode cobrir até mesmo um vazamento que afeta o espaço do vizinho. Só não dá para ficar desprotegido. Muitos pensam que o valor é alto, no entanto, ele geralmente é bem menor do que um seguro veicular”.

Cobertura e redução dos prejuízos

A contratação de uma cobertura básica abrange perdas e danos materiais diretamente causados por incêndio, queda de raios ou explosão de gás de uso doméstico dentro da área do terreno ou edifício. Quanto às coberturas adicionais, Lourdes explica que existem diversas possibilidades. “Desde os danos elétricos, desmoronamentos, equipamentos eletrônicos, impacto de veículos, perda/pagamento de aluguel, quebra de vidros, queda de aeronaves, responsabilidade civil familiar, roubo e furto qualificado de bens, acidentes com vendaval e granizo podem ser contratados”, finaliza.

Seguro viagem evita dor de cabeça e prejuízo financeiro

Clicando aqui, você pode assistir a entrevista com nossa Diretora, Dalva Beduschi, falando dos destinos para onde é obrigatório, vantagens, antecedência necessária para contratação, etc. Para ver e ouvir, você também pode clicar na imagem abaixo:

Dalva Ver Mais Seguro Viagem

 

Se preferir, confira as dicas abaixo, veiculadas em matéria na Revista Apólice, como resultado de outra entrevista com Dalva:

Seguro viagem evita dor de cabeça e prejuízo financeiro

Quando se programa uma viagem, seja nas férias ou durante um feriado prolongado, a expectativa é se divertir e aproveitar ao máximo todos os momentos. Passagem, hospedagem, translado e despesas com alimentação devem estar planejados e na ponta do lápis. Na hora de viajar, é imprescindível uma boa organização.

É importante ter em mente que imprevistos sempre podem acontecer e é preciso estar precavido. “Quando essas situações inesperadas surgem, muitas pessoas acabam até mesmo voltando antes do previsto ou tendo problemas durante todo o período”, diz a especialista em seguros para pessoas da Sorella Consultoria e Corretora de Seguros, Dalva Beduschi. Para garantir tranquilidade, os viajantes vêm aderindo cada vez mais ao seguro viagem.

Como funciona o seguro viagem

O seguro viagem é uma garantia para amparo em eventuais transtornos e situações inesperadas, que podem acontecer com as pessoas durante uma viagem. Além das obrigações já conhecidas, como oferecer proteção em casos de morte acidental e invalidez, o serviço também traz outras garantias, tanto para quem viaja sozinho, com a família, grupo de amigos ou a trabalho.

Benefícios e diferenciais

Dalva explica que é possível, através do seguro, ter proteção em diversos casos e situações inesperadas. “Podemos citar morte e invalidez, assistência médica internacional, auxílio medicamento, translado médico e/ou de corpo, retorno do segurado em caso de sinistro na sua residência, reembolso para extravio de bagagens, pagamento do deslocamento e permanência de um acompanhante em caso de internação do segurado, remarcação de passagem para regresso do segurado e acompanhante”, afirma a executiva.

Contratação

A contratação do produto é individual, mas quando a pessoa viaja com família ou amigos é possível fazer um pacote para facilitar o pagamento, que fica unificado.

Destinos onde o seguro viagem é obrigatório

Pode se contratar um seguro para uma viagem a partir de 50 quilômetros da residência. O seguro é obrigatório para quem vai para os países que fazem parte do Tratado de Schengen, que inclui a União Europeia, Islândia, Noruega e Suíça, que permite livre circulação entre países membros, mas obriga a contratação de um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros. Além disso, fora do Tratado de Schengen, há outros países que exigem, como Cuba e Venezuela, por exemplo.

Quando contratar

Segundo Dalva, o serviço pode ser contrato até três dias antes da partida. E não é interessante muita antecedência, pela possibilidade de variação do dólar.

Valores

Os preços variam de acordo com o destino, valor a ser contratado e a quantidade de dias. A idade pode influenciar apenas quando o passageiro tem mais de 65 anos.

Acionando o seguro

A especialista declara que, quando o seguro viagem é acionado, o problema costuma ser resolvido em poucas horas, no mesmo dia. “É similar à assistência 24 horas de outros tipos de seguro. E além do acionamento do seguro viagem, é possível pedir reembolso. No caso de despesas médicas no exterior, por exemplo, o segurado pode pagar as despesas, guardar as notas fiscais e solicitar reembolso depois”, conclui.

Previdência Privada e Seguro de Vida compensam mudanças do INSS

Com as novas mudanças em andamento nas regras do INSS, precisamos lembrar que nada impede que ainda mais alterações aconteçam ao longo do tempo. E como sabe-se que dificilmente as mudanças serão em benefício da população, os brasileiros vêm buscando alternativas.
Como a Previdência Privada e o Seguro de Vida são cada vez mais procurados para compensar estas mudanças, convém saber como e por que estas soluções podem lhe beneficiar.

 

Dalva Beduschi Entrevista na Record Mudanças no INSS

Aqui, sugestões na entrevista com nossa Diretora, Dalva Beduschi, à RIC TV Record:

Parte 1 – clique aqui

Parte 2 – clique aqui

 

E abaixo, mais orientações para compensar cada mudança:

  • Compensando o aumento da idade mínima e do tempo mínimo de contribuição para aposentadoria:
    A idade mínima passa a ser de 65 anos tanto para homens quanto para mulheres, para reivindicar aposentadorias. Já para receber aposentadoria integral, será necessário contribuir por 49 anos (pode-se contribuir por menos tempo, mas não se recebe a aposentadoria integral). E o tempo mínimo de contribuição passa de 15 para 25 anos.

 

O que a Previdência Privada pode fazer por você:
A Previdência Privada acaba trazendo grandes vantagens no longo prazo, pois como a tributação ocorre somente no momento do resgate, os valores investidos ao longo do tempo ficam rendendo sem sofrer a perda que ocorreria em outros investimentos que tem come-cotas, por exemplo.
Outra vantagem é que mesmo o pequeno investidor passa a ter acesso a rentabilidades muito mais atrativas sem precisar de conhecimento técnico sobre investimentos. Basta manter o hábito da poupança.
Assim, a Previdência Privada acaba servindo não só para a aposentadoria, mas também para qualquer outro projeto futuro que dependa de acúmulo de dinheiro. Você ainda pode escolher entre sacar todo o dinheiro e administrar por conta própria, ou ter uma renda a partir do valor acumulado.

 

  • Compensando a mudança na pensão por morte:
    No caso de pensão por morte, o valor pago à viúva ou ao viúvo passará a ser de 50% do valor do benefício recebido pelo contribuinte que morreu, havendo um adicional de 10% para cada dependente do casal (chegando a 100% apenas se o casal tiver 5 filhos). As pensões também não serão mais vinculadas ao salário mínimo.

 

A solução através do Seguro de Vida e da Previdência Privada:
Com o Seguro de Vida, você é que determina o valor a ser deixado para quem depende de você.
E com a ajuda do corretor de seguros, ao longo do tempo pode-se fazer uma revisão: com o valor já acumulado na Previdência Privada, você pode reduzir coberturas do Seguro de Vida para o caso de morte, já que a Previdência Privada é liberada para beneficiários. E com isso, você pode, inclusive, reduzir custos com o Seguro de Vida.

 

  • Compensando a mudança na aposentadoria por incapacidade:
    Nos casos de condições especiais, pessoas com deficiência e aposentadoria por incapacidade, o que está sendo proposto é que trabalhadores submetidos a condições especiais de trabalho, prejudiciais à saúde, assim como as pessoas com algum tipo de deficiência, continuarão tendo “tratamento especial”, mas não poderão ser aposentar com menos de 55 anos de idade e 20 anos de tempo de contribuição.

 

Como o Seguro de Vida pode ajudar:
Muitas vezes as pessoas não sabem, mas o Seguro de Vida não tem cobertura só para deixar um valor para alguém quando o segurado vem a faltar. Também há coberturas para o próprio segurado aproveitar em vida, justamente nos casos de afastamento temporário ou invalidez permanente. Quando se tem estas coberturas contratadas, mesmo os imprevistos que nos afastam do trabalho permitem que, com as indenizações recebidas, possamos continuar nossos projetos de aposentadoria.

E uma grande vantagem tanto do seguro quanto da previdência privada: as regras não mudam ao longo do caminho.

Bem diferente do que se pode esperar em relação ao INSS, não?

E para finalizar, economize e fique ainda mais tranquilo contratando com corretor de seguros em vez de com o banco.

Aliás, a Sorella está aqui para ajudar. 🙂

Seguro Saúde reembolsa despesas médicas de acordo com plano contratado

Há uma diferença muito interessante para o consumidor quando se fala em Plano de Saúde e Seguro Saúde. Confira:

Os planos de saúde, que costumam ser mais conhecidos, apresentam uma rede referenciada na qual o cliente deve buscar atendimento, e não têm reembolso.

O seguro saúde vai além: também apresenta rede referenciada que igualmente contempla hospitais, laboratórios, consultórios médicos e clínicas, mas permite que o cliente procure profissionais da sua preferência para consultas e procedimentos e, em seguida, receba de volta os valores pagos por procedimentos cobertos pelo rol da ANS e dentro dos limites contratuais.

Ou seja, com o seguro saúde, além da tranquilidade, você tem mais liberdade.

E quando contratado por empresas, assim como outros benefícios (seguro de vida, por exemplo), o seguro saúde potencializa as condições de saúde dos funcionários, trazendo melhores resultados para os negócios, reduzindo o absenteísmo, acidentes de trabalho e proporcionando aumento de produtividade.

Ainda no caso de empresas, há a possibilidade de contratar reembolsos e coberturas diferenciadas por cargos.

Entre em contato para tirar dúvidas ou solicitar cotações: 47 3222 0284 ou sorella@sorellaseguros.com.br

Vantagens que só as mulheres têm em seguros:

É cada vez mais relevante o público feminino economicamente ativo. Aliados a isso, a insegurança nos centros urbanos e os riscos de catástrofes naturais fazem haver cada vez mais mulheres contratando seguros. E não é uma questão de mero cavalheirismo, mas as estatísticas fazem com que elas tenham vantagens exclusivas:

Descontos

Como a probabilidade de alguém se envolver em acidente é muito considerada na hora de precificar o seguro, as mulheres acabam podendo contratar seguro de automóvel em condições que os homens, normalmente, só conseguem a partir dos 30 anos.

A sinistralidade também é menor com as mulheres porque, além da condução mais preventiva, elas também são mais prudentes ao escolher lugar para deixar o veículo, optando por locais protegidos.

Soluções personalizadas

Ainda em relação ao seguro auto:

Dentro do seguro do automóvel, há possíveis serviços de assistência para a residência, como reparos em eletrodomésticos, e descontos em academia e em circuito fechado de TV.

No seguro de vida:

Algumas situações envolvendo a saúde são tipicamente femininas. Por sorte, os avanços da medicina têm tornado os tratamentos cada vez mais eficazes. E mesmo com índices cada vez maiores de cura, certos tratamentos podem esgotar os recursos financeiros de toda uma vida e de toda a família.

Não por acaso, existe o Seguro Vida Mulher, que pode incluir coberturas como 2ª opinião médica, indenização em caso de diagnóstico de câncer, e, da mesma forma que no seguro auto já citado, os serviços de assistência à residência (funcionando como um marido de aluguel).

Ou seja, ao mesmo tempo em que se tornam cada vez mais protagonistas e mais independentes, as mulheres também podem ficar cada vez mais tranquilas.

Aproveite que nossa equipe é quase só de mulheres e, qualquer dúvida, entre em contato 🙂

Sorella é escolhida como Corretora especialista em Seguros de Vida

Em 09/02/2017 a Seguradora Centauro ON lançou, em Blumenau, o programa Corretor Quiron, com a escolha de um grupo seleto de Corretores Especialistas em Seguros de Vida, numa empreitada em que a Seguradora concede facilitadores para obtenção de sucesso nos negócios como fruto dessa parceria.

São apenas 100 Corretores selecionados em todo o Brasil, sendo que a Sorella Consultoria e Corretora de Seguros é a primeira, com mais tempo de parceria com a Centauro em Blumenau.

O evento aconteceu no Tabajara Tênis Clube, onde todos puderam saborear uma maravilhosa paella, preparada com todo capricho e requinte pelo próprio Ricardo Iglesias Teixeira, Presidente da Centauro ON.

Centauro ON Paella

 

Sua Previdência Privada PGBL pode ser deduzida do Imposto de Renda

Ao seguir as duas regras que estão detalhadas abaixo, você “recupera” um dinheiro que jamais voltaria para suas mãos de outra maneira.

É por isso que, além da proteção financeira, um plano de Previdência Privada do tipo Programa Gerador de Benefício Livre (PGBL) apresenta benefícios fiscais para o investidor.

Importante para a aposentadoria ou qualquer outro projeto futuro, esse tipo de investimento deve ser declarado no campo “pagamentos efetuados” no programa de preenchimento da declaração da Receita Federal.

As regras para poder deduzir o PGBL são:

1 – O contribuinte precisa preencher a declaração do Imposto de Renda no modelo completo;
2 – O contribuinte precisa contribuir para o INSS, caso trabalhe com carteira assinada, ou pagar o carnê-leão do ano fiscal caso receba aluguel, pensão alimentícia, ou no caso de ser um trabalhador sem carteira assinada (autônomos e profissionais liberais).

Atendendo às regras acima, você pode deduzir sua previdência no Imposto de Renda até o limite de 12% da renda bruta anual para pessoa física, e até o limite de 20% para pessoa jurídica. Isso quer dizer que se você recebe um salário mensal de R$ 10 mil, pode abater mensalmente R$ 1.200, ou R$ 14.400 por ano. Se, nesse caso, a contribuição for menor do que o valor a ser abatido, você pode deduzir todo o montante do seu investimento. Se for maior, você só poderá deduzir até esse limite.

O plano de previdência do tipo Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) continua sendo interessante para quem não declara IR pelo formulário completo, sendo especialmente interessante para fazer planejamento sucessório (ou seja: definir herdeiros que ficarão com o dinheiro). O VGBL também é indicado para quem já atingiu o limite máximo de dedução fiscal ou é isento do pagamento de IR e quer aproveitar o diferimento fiscal. Ou seja: quando o investimento no PGBL já ultrapassou os 12% da renda bruta do investidor, pode-se complementar o investimento no VGBL, para aproveitar o fato de ser tributado só no resgate.

A vantagem de a Previdência Privada (tanto PGBL quanto VGBL) ser tributada somente no momento do resgate faz com que todo o valor investido fique rendendo ao longo do tempo (sem come-cotas ou qualquer outra tributação nos aniversários).

E com o dinheiro que você deixa de gastar e, ao mesmo tempo, ganha a mais, você ainda pode contratar um seguro de vida com coberturas que ajudam a compensar as mudanças nas regras do INSS para ficar ainda mais tranquilo.

Envie suas dúvidas ou solicite cotação. Fale conosco!

Saldo de FGTS de conta inativa rende mais se direcionado para Previdência Privada

O FGTS rende apenas 3% ao ano, somado à taxa referencial de juros. Por acabar rendendo ainda menos que a Poupança, os especialistas em investimentos recomendam que todos os trabalhadores que têm saldo inativo saquem os valores para aplicar de outras formas.

Com as mudanças em regras do INSS que acabam por dificultar as possibilidades de uma aposentadoria tranquila e digna, a Previdência Privada acaba sendo cada vez mais procurada. E o saldo do FGTS acaba trazendo a possibilidade de um aporte que acelera os resultados da Previdência Privada.

Para o saque do saldo do FGTS, o colaborador deve ter conta inativa com data de desligamento até 31 de dezembro de 2015 e também deve obedecer o calendário que começa em 10 de março de 2017.

“Turbinando” a Previdência Privada
Independentemente de quando você poderá sacar seu FGTS, caso você tenha outra reserva que também possa ser depositada na sua previdência, lembre-se que quanto antes o aporte for feito, mais tempo os juros sobre juros farão aquele valor crescer.

Para garantir que você vai realmente ganhar mais, aproveite as dicas que já demos no artigo que trata do comparativo entre banco e corretor na hora de contratar seguros e previdência. Portanto, procure um corretor de confiança para avaliar as melhores alternativas entre possíveis rendimentos, taxas de administração e de carregamento.

Dedução do IR
E quem tem Previdência Privada com um Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL), ainda pode deduzir do Imposto de Renda (IR) até 12% da renda bruta anual (desde que faça a Declaração pelo formulário completo e também recolha INSS).

Assim, você acaba tendo dois possíveis benefícios ao utilizar o saldo do FGTS para fazer um aporte na Previdência Privada: maior rendimento e melhor aproveitamento de isenção fiscal.

Quer uma simulação sem compromisso ou tem alguma dúvida? Entre em contato!