Seguro Cibernético: você sabe o que é?

Com o avanço da tecnologia e as novas formas de trabalho, muitas empresas começam a procurar alternativas para se proteger contra ataques de hackers. Umas das formas de realizar essa proteção é com o seguro cibernético.

Muitas organizações não tinham o preparo para manter a segurança virtual e com grande parte dos colaboradores trabalhando no modo home office, devido a pandemia, os ataques de hackers estão mais comuns, segundo reportagem no jornal Valor Econômico. Dessa forma, as seguradoras estão alertando seus clientes a respeito do seguro cibernético e suas vantagens para as instituições.

Neste post iremos explicar o que é o seguro cibernético, quais as empresas que podem adotar essa cultura de proteção de dados, as vantagens em possuir esse serviço, o que o seguro cibernético cobre e quais medidas adotar para possuir maior proteção para o seu negócio. Boa leitura!

O que é o seguro cibernético?

O seguro cibernético pode ser conhecido com diferentes nomes como seguro cyber ou seguro para riscos digitais, dependendo da seguradora. Seu foco é para todo tipo de instituição, não somente para as que atuam na área de tecnologia, pois hoje em dia todas as empresas trabalham com dados e informações em servidores ou na nuvem.

As empresas de tecnologias estão mais expostas a esse tipo de ataque, porém, a cultura de proteção cibernética deve ser adotada por todas as empresas, independente do ramo de atuação. Segurança e proteção nunca é demais quando se trata de dados e informações.

seguro cibernético segurança de dados

O seguro cibernético funciona como uma proteção para a sua empresa contra ataques de hackers, evitando o compartilhamento de informações falsas sobre a instituição, a disseminação de dados confidenciais internos e de clientes, ameaça de extorsão cibernética e violação de privacidade.

Agora que você sabe o que é o seguro cibernético, entenda um pouco mais das vantagens em possuir esse serviço para a sua empresa.

Quais as vantagens em adotar um seguro cibernético?

A tecnologia já se faz presente em nossas vidas, não é mais algo para um futuro distante. Estamos conectados o tempo todo, temos acesso a todo tipo de informação na palma das mãos. Compartilhamos informações com diferentes pessoas e empresas, porém não queremos que esses dados acabam sendo utilizados de maneira errada.

Se preocupar com a proteção da sua empresa e, principalmente, dos seus clientes de ataques virtuais é sua responsabilidade. 

Com a LGPD as empresas já se viram obrigadas a mudar sua forma de coleta, armazenamento e compartilhamento de dados. Deixando o consumidor mais seguro sobre as responsabilidades da empresa, caso alguma informação for utilizada de maneira equivocada. 

Com a possibilidade de um seguro cibernético as empresas ficam mais tranquilas contra ataques, por ser um risco atual, contam com auxílio caso essa situação ocorra. É mais segurança para você, sua empresa e seus clientes.

Agora que você entende a importância e vantagens em possuir o seguro cibernético, saiba quais as situações que ele cobre.

O que o seguro cibernético cobre?

Dependendo da seguradora as cláusulas podem mudar, mas basicamente o seguro cibernético cobre:

  • o reembolso causados por ações judiciais envolvendo terceiros; 
  • danos morais;
  • violações de privacidade e à rede corporativa, quando alguma informação que é de responsabilidade do segurado é perdida;
  • responsabilidade de mídia, quando o segurado é acusado de plágio, pirataria, apropriação indébita ou roubo de ideias;
  • gerenciamento de crise, 
  • restauração de informações, 
  • notificação dos envolvidos entre outros.

As seguradora também podem oferecer coberturas adicionais do seguro cibernético, dependendo dos serviços prestados para seguros empresariais.

Quais as medidas para garantir maior segurança?

A dúvida mais comum é saber quais as maneiras das empresas se protegerem e garantirem maior segurança para não sofrer nenhum tipo de ataque.

Um dos primeiros passos é implementar a cultura de proteção de dados. Entender a importância de estar adequado a Lei Geral de Proteção de Dados, saber que todos os tipos de negócio, não somente a tecnologia, devem possuir formas de se prevenir contra ataques de hackers.

Tendo consciência que a sua empresa também pode sofrer com esse tipo de ataque, implemente ações relacionadas ao meio tecnológico. Podendo prevenir vazamento de informações ou fácil acesso de terceiros em programas internos.

Converse com empresas focadas na prestação de serviços para proteção de dados. Assim é possível verificar quais as falhas do seu sistema, quais as medidas para correção e possíveis treinamentos de equipe. Com os colaboradores instruídos é possível evitar falhas de segurança.

Outra maneira de se proteger é com o seguro cibernético. Com grande procura no Brasil, principalmente durante a quarentena, pois as empresas adotaram as pressas o trabalho home office. Sem muito preparo ou organização, diversas empresas viram a fragilidade nos seus sistemas de segurança.

Assim que a situação se normalizar é um bom momento de procurar formas de proteção, para não ocorrer prejuízos maiores.

Cuidado e proteção com dados e informações é um dever de todas as empresas, por isso, procure maneiras de proteger a sua. Evitando problemas futuros com ataques de hackers, quebra de segurança e perda de dados.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *