Você já ouviu falar sobre seguro garantia judicial?

Ainda no primeiro trimestre, a economia no mundo todo sofreu com o impacto da disseminação do Coronavírus. Diversas empresas dos mais variados setores acabaram, de uma forma ou de outra, sendo obrigadas a mudar o planejamento para o ano de 2020.

Foi o momento de realizar novas formas de vender seus produtos, rever suas rotinas de trabalho e principalmente de se relacionar com as pessoas, seja clientes, colaboradores, família ou amigos. 

Nesse momento de mudança foi necessário sair da zona de conforto e conhecer outros métodos, entre elas está a mudança do depósito para o seguro garantia judicial.

Neste post iremos tratar sobre o que é o seguro garantia judicial, como é feita a contratação deste serviço, qual o seu valor e as vantagens. Confira todas essas informações e boa leitura!

O que é o seguro garantia judicial?

Basicamente o seguro garantia judicial é uma modalidade de seguro voltada para processos judiciais. Seu contrato é parecido como outro qualquer.

Em uma disputa judicial era necessário depositar o valor em dinheiro em uma conta judicial ou oferecer bens como garantia. Para processos trabalhistas a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) permite a utilização do seguro como garantia do valor dos depósitos recursais. Com o seguro garantia judicial esse processo ficou mais fácil e prático para as empresas!

Sua utilização pode ser realizada nas situações:

  • pagamento de cauções;
  • depósitos judiciais em dinheiro;
  • penhora de bens e fianças bancárias;
  • ações cíveis e trabalhistas em geral, procedimentos incidentais ou medidas de urgência;
  • execuções Fiscais da União, Estados e/ou Municípios, como nova garantia no processo ou como substituição a uma garantia existente;
  • ações anulatórias, cautelares e mandados de segurança e/ou eventual execução fiscal futura vinculada ao débito.

 

Seguro garantia judicial

Como é feita a contratação do seguro garantia judicial?

Para fazer a contratação deste seguro é fácil. Sua utilização pode ser feita para novos processos ou para aqueles que já estão em andamento. Entre em contato com sua seguradora e solicite o serviço de seguro garantia judicial.

O momento ideal para realizar a contratação do seguro garantia judicial é no início do processo. Normalmente como esses processos são longos e demorados, a seguradora é obrigada a renovar a apólice até a finalização do processo.

Desta maneira a empresa não precisa se preocupar com o vencimento ou a renovação do contrato.

A nomenclatura das partes envolvidas nesse tipo de seguro é definida como:

  • Tomador: empresa responsável por adquirir o seguro;
  • Segurado: quem irá receber o recurso, após o julgamento da causa;
  • Garantidor: seguradora.

 

Dependendo da seguradora ou da finalidade da contratação desse serviço, algumas cláusulas podem ser diferenciadas. Confira a seguir o valor do seguro garantia judicial.

Qual o valor do seguro garantia judicial?

O valor do seguro varia de acordo com diversos fatores, entre eles, o tipo do processo (cível, trabalhista ou fiscal), o valor da garantia, o porte da empresa contratante (tomador) e a vigência da apólice.

Financeiramente ainda é mais vantajoso contratar o seguro garantia judicial, pois representa em até 50% a menos do que o valor caução em dinheiro. Sem contar na praticidade e comodidade em possuir o seguro ao invés de realizar o depósito em dinheiro de uma única vez.

Lembrando que o depósito em dinheiro representa um alto valor para as empresas e compromete o fluxo de caixa e outras operações.

Quais as vantagens em contratar o seguro garantia judicial?

Se você ainda não se convenceu das vantagens em adquirir o seguro garantia judicial, separamos os melhores motivos para você analisar e não perder mais tempo e nem dinheiro.

Contratar o seguro é um processo mais rápido e fácil, possibilitando agilidade e segurança para a empresa no momento de um processo judicial. 

Valores muito mais interessantes e baratos, comparados com outras formas direcionadas para processos judiciais. Com investimento de até 50% menos do valor da carta de fiança, sem prejudicar o capital de giro da empresa.

Ressaltando que o patrimônio da empresa não entra para essa conta e não afeta as linhas de crédito com os bancos. Evitando bloqueios das contas bancárias.

Mudar os métodos da empresa pode parecer difícil no começo, quando tudo é novo. Mas as vantagens e benefícios em inovar, só aparecem quando você perde o medo do novo. Mudar traz novos aprendizados e com eles a possibilidade de melhorar ainda mais algo que já estava bom.

Não tenha medo de inovar seus processos, de estar aberto para mudanças, de ver o lado bom nas situações. Se você deseja manter sua empresa atualizada, segura e crescendo, saiba que será necessário estar disposto a mudar.

Acompanhe o nosso blog e fique por dentro de novidades para manter sua empresa atualizada. Para conhecer mais sobre segurança virtual leia o nosso post sobre Seguro Cibernético.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *