Você está financeiramente pronto para imprevistos ou para a aposentadoria?

 

O preparo financeiro para qualquer situação não é o mesmo que ter um grande patrimônio ou uma grande renda. Se você já está numa situação mais confortável, tanto melhor. Mas há medidas que você pode e deve tomar mesmo ainda distante da independência financeira.

Estar financeiramente pronto para imprevistos ou aposentadoria é:

1 – Assumir o controle sobre suas finanças

Para isso, você deve ter um controle do que entra e do que sai (valem planilhas e aplicativos), lembrando que é mais importante o que você faz com o que ganha do que quanto você ganha.
Reduzir os grandes gastos (moradia e automóvel, por exemplo), em vez de apenas cortar o cafezinho, vai ajudar a baixar outras despesas atreladas e você terá mais dinheiro para os demais passos.

2 – Blindar-se contra o fracasso

Aqui entra o papel dos seguros, para proteger seu patrimônio e sua renda. E por falar em proteger a renda, aqui fica claro como mesmo quem ainda está construindo o patrimônio pode tomar uma das melhores medidas para estar financeiramente pronto: No seguro de vida existe uma cobertura que você pode contratar para justamente garantir sua renda no caso de afastamento do trabalho por acidente ou doença. Assim, seu planejamento financeiro não fica comprometido.
Se você fez bem a etapa número 1, acima, sobra tanto para a proteção dos seguros quanto para a etapa seguinte.

3 – Investir para aposentadoria ou projetos futuros

Em vez de falarmos de aposentadoria, é preferível adotarmos a expressão “independência financeira”. Afinal, é claro que é preferível não corrermos o risco de não estarmos nas melhores condições para continuar trabalhando e sermos obrigados a trabalhar por não termos reservas financeiras. Mas, além disso, hoje em dia é comum chegarmos na idade em que poderíamos nos aposentar e ter disposição de sobra para continuar trabalhando. Então, mesmo nesta situação é importante ter atingido a independência financeira, pois você pode trabalhar em algo que gosta, e não porque precisa.
Para isso, um grande aliado é a Previdência Privada, que pode lhe dar acesso a rentabilidades diferenciadas com a garantia de que as regras não vão mudar como acontece na Previdência Social.
E, com o tempo, você pode reduzir as coberturas do seguro de vida, porque já terá acumulado um valor significativo na Previdência Privada, que você mesmo pode utilizar em vida, ou que pode ser liberado para dependentes sem passar por inventário. Assim, você reduz custos com seguros ao mesmo tempo em que continua protegido.

Quer ajuda neste processo? Fale conosco: sorella@sorellaseguros.com.br ou 47 3222 0284.

Como o seguro de vida pode ajudar a garantir sua aposentadoria

 

Quando você não tem um Seguro de Vida com coberturas para as possíveis situações de invalidez ou afastamento temporário do trabalho, caso lhe aconteça de um acidente ou doença lhe impedirem de trabalhar, a sua renda fica comprometida e, consequentemente, também fica qualquer projeto que, querendo ou não, depende da sua renda.

 

O pagamento do INSS também depende da nossa renda. Contudo, ao vermos que a aposentadoria via Previdência Social tende a ter regras que dificultam cada vez mais uma vida digna no futuro, a orientação de consultores financeiros tem sido a de contribuir para o INSS com o mínimo possível, ao mesmo tempo em que buscamos proteção financeira de outras formas. Veja algumas delas:

 

Para garantir sua tranquilidade na aposentadoria, você pode ter:

– Investimentos em dinheiro que lhe rendam juros suficientes para lhe manter;

– Imóveis cujos aluguéis cubram suas despesas;

– Um projeto empreendedor que lhe permita retiradas em forma de pró-labore ou distribuição de lucros para seu sustento.

– Uma previdência privada que venha a lhe render pagamentos mensais ou um montante que você pode sacar de uma vez só para administrar por conta própria a partir de então.

 

Qualquer das alternativas acima precisam ser construídas a partir da renda que você tem agora, e que deve, preferencialmente, aumentar com o passar do tempo.

 

Por isso, lembre-se que uma vida mais modesta vai lhe permitir tanto investir para seu futuro quanto para ter o seguro que vai garantir a renda para que os investimentos não precisem ser interrompidos, da mesma forma que o patrimônio que você já tiver construído não precisará ser desfeito.

 

Assim, você pode ficar tranquilo não só no futuro, mas desde agora.

 

Para cotações, entre em contato: sorella@sorellaseguros.com.br ou 47 3222 0284

 

Vídeo: Vantagens do Seguro de Vida em Grupo para empresas

 

Para ir diretamente para o vídeo, clique aqui. Se preferir ler, veja abaixo:

Vantagens do Seguro de Vida em Grupo para empresas

Quais as vantagens do seguro de vida coletivo?

Para empresas, o seguro de vida garante que a seguradora vai indenizar a família do colaborador (ou o próprio colaborador, no caso de uma invalidez) de modo que empresário não precise comprometer o caixa da empresa para pagar os valores devidos em caso de sinistro.

 

Quais as coberturas que se pode contratar?

Temos as coberturas mais básicas, como as existentes para os casos de morte ou invalidez, que podem se estender também para os casos de sinistros com cônjuges e filhos do colaborador, mas também pode-se incluir coberturas como: prever cestas básicas, cesta natalidade, entre outras que ajudam a reter talentos nos empreendimentos.

E, indo além, há a cobertura de Rescisão Contratual, que acaba sendo uma indenização também para a empresa, que poderá utilizar os valores para os custos de rescisão ou contratação de um novo colaborador.

 

A partir de quantas vidas pode-se contratar?

Atualmente, o MEI (Micro-Empreendedor Individual), ou seja, próprio empresário, já pode aproveitar os benefícios do seguro de vida empresarial.

 

Como funciona o faturamento e como são os custos envolvidos?

Para o faturamento, a corretora se comunica com o RH da empresa dentro do período de faturamento para conferir as mudanças que possam ter ocorrido na equipe de modo a enviar as informações atualizadas para a seguradora e também conferindo a fatura antes do envio para o cliente, de modo a garantir que todos estejam segurados e que não se esteja pagando para mais gente que o necessário.

Em relação a custos, o seguro de vida empresarial permite a contratação por valores bem mais acessíveis que um seguro de vida individual (pessoa física), chegando, muitas vezes, a representar uma economia de 50%.

 

Dicas e alertas adicionais:

Além do mais, pode-se contratar coberturas e diferentes valores de cobertura de acordo com os diferentes níveis hierárquicos dentro da empresa.

Até mesmo para evitar multas sindicais e ações trabalhistas, também ajudamos a conferir se não há uma convenção coletiva que exija coberturas específicas.

Para cotações, entre em contato: 47 3222 0284 ou sorella@sorellaseguros.com.br

Vídeo – Mais liberdade com Seguro Saúde: reembolso de atendimento particular

Clique aqui para ir diretamente para o vídeo, ou, se preferir, leia as dicas abaixo:

Para quem se preocupa com a possibilidade de precisar de tratamentos de saúde caros que poderiam ser bancados pelo plano, uma solução semelhante ao plano de saúde, mas que vai além, é o Seguro Saúde.

O Seguro Saúde também apresenta rede referenciada que igualmente contempla hospitais, laboratórios, consultórios médicos e clínicas, mas permite que o cliente procure profissionais da sua preferência para consultas e procedimentos e, em seguida, receba de volta os valores pagos por procedimentos cobertos pelo rol da ANS e dentro dos limites contratuais.

Outra diferença é que o plano de saúde normalmente só da a opção padrão de ou enfermaria ou quarto. Já o Seguro Saúde pode ter reembolso e coberturas diferentes por cargos.

Assim como outros benefícios (Seguro de Vida, por exemplo), o Seguro Saúde potencializa as condições de saúde dos funcionários, trazendo melhores resultados para os negócios.

Como o Seguro Saúde tem abrangência nacional e pode não ser necessário para toda a equipe, os empresários podem até manter o plano de saúde dos colaboradores, e contratar Seguro Saúde para o quadro societário.

Para contratar, quantas vidas são necessárias?
Apenas 3 vidas. Ou seja, pode ser o empresário, esposa e filho, por exemplo.

Uma dica para economizar:
No Seguro Saúde, se desejar um valor de investimento mais em acessível, pode-se contratar só para grandes riscos (cirurgia e internação, sem consultas e exames). Fica pela metade do custo.

Então, lembre-se:
Seguro Saúde funciona como o plano de saúde porque há a opção de ir na rede referenciada, mas com Seguro Saúde você pode ser atendido como particular e solicitar reembolso. O que lhe dá mais liberdade.

Para cotações:
47 3222 0284 ou sorella@sorellaseguros.com.br

Abertura de Sinistro de Seguro é mais simples do que você imagina:

Se você prefere ir diretamente para o vídeo com as informações abaixo, clique aqui.

Ou, caso queira ler as mesmas informações, acompanhe a seguir:

O que é um sinistro:
É o evento garantido por um seguro e que vai levar uma seguradora a indenizar um cliente. Ou seja, é a situação que leva o segurado a precisar efetivamente do seguro.

Os sinistros que ocorrem com mais frequência são os de automóvel e de vida. Para abertura de sinistro nestes casos, veja as orientações abaixo:

– No caso de sinistro de seguro auto:
1 – Se houve envolvimento com terceiro, fazer B.O. (Boletim de Ocorrência);
2 – Se necessário solicitar o guincho, orientamos o cliente a solicitar diretamente à seguradora, já que será necessário passar o endereço e outras informações que a seguradora vai solicitar sobre o sinistro;
3 – E para abertura do sinistro propriamente dita, estar de posse do B.O. (se foi necessário, conforme acima), CNH e Documento do veículo.

Pode-se entrar em contato direto com a seguradora, mas como o provável nervosismo do acidente pode levar o segurado a não saber o que fazer, estamos à disposição para auxiliar.

– No caso de sinistro de seguro de vida:
Como são sinistros mais delicados, podendo envolver o afastamento temporário, ou invalidez permanente, ou mesmo morte, o ideal é procurar o corretor. Pois são procedimentos diferentes para cada sinistro e diversos documentos diferentes para cada situação. E como já estamos na rotina de abertura de sinistro e já sabemos os documentos necessários para cada caso, orientamos da melhor forma na organização dos documentos, além de abrirmos o sinistro e acompanharmos a resolução.

Na Sorella, por exemplo, temos um departamento de Sinistros que trata justamente do atendimento às aberturas de sinistro, orientando os clientes, enviando as documentações às seguradoras e acompanhando o andamento da resolução (processo que chamamos de regulação de sinistro).

Sempre torcemos para que você não precise abrir um sinistro e, ao mesmo tempo, estamos aqui para sua proteção em todos os ramos de seguro.

Quer proteger suas conquistas? Fale conosco:
47 3222 0284 ou sorella@sorellaseguros.com.br

Imprevistos pessoais podem afetar renda mensal de profissionais liberais e autônomos

A solução para garantir sua renda é tema de mais um destaque da Sorella Consultoria e Corretora de Seguros na Revista Cobertura. Leia abaixo a íntegra da entrevista com a Diretora da Sorella e especialista em Benefícios, Dalva Beduschi:

 

Seguro de Renda Protegida é uma alternativa para garantir a renda no fim do mês em casos de acidente ou doença

Imprevistos pessoais podem afetar renda mensal de profissionais liberais e autônomos

Investir em suas finanças pessoais, hoje em dia, é sinônimo de proteção e prevenção aos incidentes diários. Profissionais autônomos e liberais precisam desta segurança para garantir a renda mensal mesmo quando ocorrem imprevistos em suas vidas pessoais, como acidentes e doenças. Uma alternativa que pode garantir mais tranquilidade nesses casos é o Seguro de Renda Protegida, que oferece reembolso da renda diária por incapacidade temporária coberta.

O Seguro de Renda Protegida é uma espécie de seguro individual, onde o segurado contribui com um montante que varia de acordo com a renda mensal e será indenizado conforme o valor contratado. A cobertura do seguro vale por até 365 dias de afastamento e é válida somente para casos de doença ou acidente. O seguro é exclusivo para os profissionais liberais, autônomos e assalariados que desejam complementar o que receberão do INSS, caso tenham salário superior ao teto da Previdência Social.

De acordo com Dalva Beduschi, diretora da Sorella Consultoria e Corretora de Seguros, a contratação do Seguro de Renda Protegida é simples e necessita somente da assinatura de proposta e preenchimento de declaração pessoal de saúde. Um dos cuidados na hora da admissão é garantir uma renda que o cliente possa comprovar. “A seguradora pode solicitar o comprovante de renda para o pagamento da indenização, mas a movimentação bancária já acaba servindo para esta comprovação, o que facilita bastante”, explica.

Estar ativo e produtivo é um dos requerimentos para garantir o seguro, isso porque é necessário que o cliente tenha uma fonte de renda para acionar a seguradora. “Não é um seguro que oferece a renda em casos de desemprego, mas sim um serviço que garante esta indenização em casos de afastamento temporário do trabalho, seja por acidente ou doença”, lembra Dalva.

Para os trabalhadores autônomos e liberais, cada dia afastado do serviço significa saldo negativo no fim do mês. Ao contratar o serviço, o segurado poderá acionar a seguradora e apresentar alguns documentos específicos para a abertura do sinistro. Após a liberação, o pagamento é realizado de forma mensal. “O cálculo é baseado no valor diário contratado e o segurado irá receber com base nos dias de afastamento, sendo observada a franquia de cada seguradora”.

O valor de investimento pode variar de acordo com a idade do cliente e com a renda que se deseja repor, ou seja, mesmo em incidentes, o cliente sempre estará seguro de sua renda mensal. “É possível contratar o seguro por 60 dias para afastamentos por LER (Lesões por Esforços Repetitivos) e DORT (Distúrbios Osteo musculares Relacionados ao Trabalho) e tendinites, por exemplo. O ideal é que seja observada com o consultor de seguros essa cláusula”, recomenda Dalva.

4 Motivos para não contratar seguro de vida e por que todos estão errados:

Muitas pessoas deixam de lado a decisão sobre proteger-se com seguro de vida pelos motivos mais equivocados. Veja os mais frequentes:

 

1 – “Não tenho filhos ou dependentes financeiros”

Neste caso o erro está em pensar que seguro de vida é só para deixar algo para alguém quando faltamos. Convém lembrar que seguro de vida pode e deve ter coberturas que o próprio segurado aproveita em vida no caso de ficar afastado do trabalho.

 

2 – “Já tenho seguro de vida da empresa”

Normalmente, os seguros de vida empresariais atendem no máximo o que as convenções coletivas exigem. Então, veja este exemplo: a indenização prevista na construção civil da região de Blumenau, que é uma das mais altas entre as convenções coletivas, é R$ 35 mil para casos de morte ou invalidez. Se fosse o caso de você não poder mais trabalhar e, portanto, vindo a receber os R$ 35 mil de indenização, por quantos meses este valor pagaria suas despesas? Então, veja como é importante complementar seu seguro com uma apólice individual, na qual você determina quanto quer receber.

Além do mais, a cobertura para indenização em caso de afastamento temporário por acidente ou doença não existe no seguro de vida empresarial, mas pode ser contratada no seguro de vida individual.

 

3 – “Estou forte e saudável”

Esta é uma desculpa duplamente errada: seguro de vida não é só para situações envolvendo doença, mas também para possíveis acidentes. E, justamente por estar saudável, este é o melhor momento para contratar. Afinal, caso venha a se desenvolver alguma doença, ou a apólice ficará mais cara, ou, até mesmo, você pode não ter mais aceitação em nenhuma seguradora.

 

4 – “É muito caro”

O curioso é que muitos que dão esta desculpa, na verdade, nunca fizeram uma cotação de seguro de vida. Mas a principal reflexão que se deve fazer em relação ao investimento é: se a grana está curta, imagina quão mais complicada fica a situação se lhe acontecer algo e você não tiver a indenização do seguro a receber. Além do mais, você vai ficar surpreso com capital que você pode garantir com um pequeno investimento.

 

Lembre-se: você pode solicitar cotação sem compromisso. E, se os valores de cobertura ideais para sua total tranquilidade realmente deixarem o valor de investimento acima do que você pode contratar no momento, você pode contratar uma apólice mais modesta e aumentar os valores de indenização com o passar do tempo. Assim, pelo menos, você não fica totalmente descoberto.

 

Entre em contato: 47 3222 0284 ou sorella@sorellaseguros.com.br

Setor de seguros aposta na personalização de serviços para agradar clientes

A Revista Cobertura publicou a matéria abaixo, como resultado da entrevista com a Diretora da Sorella, Lourdes Valle. Confira as dicas (em especial para mulheres):

Os consumidores estão cada vez mais exigentes e, por isso, buscam serviços e produtos personalizados e que ofereçam uma identificação com aquilo que acreditam ou esperam. Hoje, as empresas precisam de estratégias que disseminem essa aproximação, conseguindo atender de maneira mais ampla e ganhando cada vez mais o mercado. Um exemplo claro vem do setor de seguros. Se engana quem pensa que nesse meio são oferecidos apenas serviços de maneira abrangente, focados em pessoa física e pessoa jurídica. As organizações do setor mudaram e trazem opções que suprem as necessidades de diversos perfis.

A saúde e a segurança da mulher mostram essa evolução na busca por inovação no setor. A Sorella Consultoria e Corretora de Seguros disponibiliza o Seguro Vida Mulher, por exemplo, que além de oferecer um seguro de vida para a cliente, conta com uma indenização em caso de diagnóstico de câncer, para auxílio no tratamento da doença ou outra finalidade. Já no seguro automóvel, também há benefícios exclusivos para elas: a sinistralidade é menor, porque além da condução mais preventiva, as mulheres também são mais prudentes ao escolher lugar para deixar o veículo. “Este é um público ativo na sociedade e, por esse motivo, precisa de produtos específicos, como o seguro Vida Mulher. E no seguro automóvel elas acabam podendo contratar em condições de custos sempre melhores que os homens, podendo até ter isenção de franquia no primeiro sinistro”, comenta Lourdes Valle, Diretora da Sorella Consultoria e Corretora de Seguros.

Além dessas ofertas principais, os seguros para mulheres trazem outras vantagens embutidas, como serviços de assistência para a residência, reparos em eletrodomésticos, descontos em academia, personal fitness, motorista substituto, descarte ecológico, entre outras. “Buscamos trazer novidades que agradem os clientes, pois é essencial essa identificação com o produto ou serviço. No caso das mulheres, que é um perfil seletivo e exigente, há também vantagens que facilitam a rotina até mesmo nos serviços mais simples, como de assistência técnica”, finaliza Lourdes.

Para cotações, entre em contato clicando aqui ou ligue para 47 3222 0284.

 

Seguro viagem evita dor de cabeça e prejuízo financeiro

Clicando aqui, você pode assistir a entrevista com nossa Diretora, Dalva Beduschi, falando dos destinos para onde é obrigatório, vantagens, antecedência necessária para contratação, etc. Para ver e ouvir, você também pode clicar na imagem abaixo:

Dalva Ver Mais Seguro Viagem

 

Se preferir, confira as dicas abaixo, veiculadas em matéria na Revista Apólice, como resultado de outra entrevista com Dalva:

Seguro viagem evita dor de cabeça e prejuízo financeiro

Quando se programa uma viagem, seja nas férias ou durante um feriado prolongado, a expectativa é se divertir e aproveitar ao máximo todos os momentos. Passagem, hospedagem, translado e despesas com alimentação devem estar planejados e na ponta do lápis. Na hora de viajar, é imprescindível uma boa organização.

É importante ter em mente que imprevistos sempre podem acontecer e é preciso estar precavido. “Quando essas situações inesperadas surgem, muitas pessoas acabam até mesmo voltando antes do previsto ou tendo problemas durante todo o período”, diz a especialista em seguros para pessoas da Sorella Consultoria e Corretora de Seguros, Dalva Beduschi. Para garantir tranquilidade, os viajantes vêm aderindo cada vez mais ao seguro viagem.

Como funciona o seguro viagem

O seguro viagem é uma garantia para amparo em eventuais transtornos e situações inesperadas, que podem acontecer com as pessoas durante uma viagem. Além das obrigações já conhecidas, como oferecer proteção em casos de morte acidental e invalidez, o serviço também traz outras garantias, tanto para quem viaja sozinho, com a família, grupo de amigos ou a trabalho.

Benefícios e diferenciais

Dalva explica que é possível, através do seguro, ter proteção em diversos casos e situações inesperadas. “Podemos citar morte e invalidez, assistência médica internacional, auxílio medicamento, translado médico e/ou de corpo, retorno do segurado em caso de sinistro na sua residência, reembolso para extravio de bagagens, pagamento do deslocamento e permanência de um acompanhante em caso de internação do segurado, remarcação de passagem para regresso do segurado e acompanhante”, afirma a executiva.

Contratação

A contratação do produto é individual, mas quando a pessoa viaja com família ou amigos é possível fazer um pacote para facilitar o pagamento, que fica unificado.

Destinos onde o seguro viagem é obrigatório

Pode se contratar um seguro para uma viagem a partir de 50 quilômetros da residência. O seguro é obrigatório para quem vai para os países que fazem parte do Tratado de Schengen, que inclui a União Europeia, Islândia, Noruega e Suíça, que permite livre circulação entre países membros, mas obriga a contratação de um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros. Além disso, fora do Tratado de Schengen, há outros países que exigem, como Cuba e Venezuela, por exemplo.

Quando contratar

Segundo Dalva, o serviço pode ser contrato até três dias antes da partida. E não é interessante muita antecedência, pela possibilidade de variação do dólar.

Valores

Os preços variam de acordo com o destino, valor a ser contratado e a quantidade de dias. A idade pode influenciar apenas quando o passageiro tem mais de 65 anos.

Acionando o seguro

A especialista declara que, quando o seguro viagem é acionado, o problema costuma ser resolvido em poucas horas, no mesmo dia. “É similar à assistência 24 horas de outros tipos de seguro. E além do acionamento do seguro viagem, é possível pedir reembolso. No caso de despesas médicas no exterior, por exemplo, o segurado pode pagar as despesas, guardar as notas fiscais e solicitar reembolso depois”, conclui.